Ajorpeme é contra o aumento da tarifa de esgoto

A Ajorpeme reafirma sua posição contrária ao aumento proposto pela Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris), de 80% para 100% da taxa de esgoto do município.

A associação acredita que a justificativa da Aris – de que o reajuste tem como propósito ampliar a rede de coleta do município – não é válida, pois a prefeitura de Joinville já cobra uma tarifa de água (R$33,82) mais alta que muitas cidades vizinhas, como Blumenau (R$ 29,98), Brusque (R$ 27,70) e Jaraguá do Sul (R$ 31,64). Além disso, a prefeitura retirou como “lucro”, somente no ano de 2017, mais de R$22 milhões, por ser sócia-majoritária da companhia. “Esse valor deveria ser investido em obras que beneficiarão os munícipes”, declara Victor Kochella, presidente da Ajorpeme.

No dia 17 de janeiro, será realizada uma nova audiência pública para discutir o tema. Única entidade empresarial presente na audiência anterior, a Ajorpeme marcará presença novamente para defender os interesses da comunidade.