Ajorpeme mais sustentável

Nós já falamos aqui sobre o início das obras da reforma e aqui sobre as mudanças do estacionamento. Hoje, vamos conversar sobre a importância da sustentabilidade. Na prática, ser sustentável é ter a capacidade de se sustentar a longo prazo, seja do ponto de vista ambiental, econômico ou operacional. O desafio é combinar as ações voltadas para o meio ambiente com a viabilidade econômica.

Com a sede reforma, a Ajorpeme passará a contar com iniciativas que reduzem o consumo de energia elétrica e água.

Energia fotovoltaica 
A captação de energia do prédio será realizada através de células fotovoltaicas, que farão a conversão direta da luz do sol em eletricidade. Dentre as vantagens desse sistema:

*Energia limpa

*Pode ser instalada em qualquer lugar

*Sistema silencioso

*Fonte inesgotável

*Baixa manutenção

*Pode ser ampliado conforme necessidade

Captação de água da chuva
Segundo o Instituto Trata Brasil, o Brasil desperdiça anualmente 38% da água potável dos sistemas de distribuição, uma perda financeira de R$10 bilhões. A nova sede da Ajorpeme contará com um sistema de reaproveitamento de água da chuva. Embora não seja considerada potável, por conter partículas de poeira e fuligem, a água poderá ser utilizadas em vasos sanitários e torneiras. Além disso, há vantagens como:

*Pode ser instalada em qualquer ambiente

*Representa uma economia de 50% na conta de água

*Diminui o volume de água da chuva no esgoto

 

Para os associados e empresários que quiserem contribuir com a reforma, a associação lançou uma campanha de arrecadação online. As contribuições variam de R$25 a R$100 mensais e poderão ser incluídas na mensalidade. As doações podem ser feitas pelo site reforma.ajorpeme.com.br.

A previsão de término das obras é janeiro de 2019.

Fontes: Solar BrasilInstituto Nacional de Educação Ambiental