Arquitetura contra o crime

A visibilidade da vitrine aumenta a segurança

Você já parou para pensar em como a arquitetura pode influenciar na segurança do seu estabelecimento? De acordo com o major Mário Elias, da Polícia Militar, a arquitetura contra o crime é “um conjunto de ações e medidas com o objetivo de diminuir a probabilidade de ocorrência de delitos e aumentar a sensação de segurança, através de intervenções no desenho urbano”.

O conceito se apoia em três pilares: controle de acesso, vigilância natural e territorialidade. Controle de acesso, como diz o nome, são medidas tomadas para controlar a circulação de pessoas no local. Isso pode acontecer com a presença de um segurança, trancas e fechaduras.

A vigilância natural consiste em aumentar a visibilidade do local, seja com uma boa iluminação ou sem o acúmulo de mercadorias e propagandas nas vitrines. Por último, a territorialidade, em que o comerciante deve considerar o espaço ao entorno de seu estabelecimento, colaborando na sua manutenção e cobrando as medidas cabíveis dos órgãos responsáveis.

Ficou na dúvida de como colocar em prática as ações que podem aumentar a segurança da sua empresa? Confira algumas dicas que separamos para você:

Janelas laterais diminuem os pontos cegos dos prédios

*É importante haver janelas laterais se a edificação for de esquina. Os vidros eliminam os pontos cegos naturais nas duas laterais do prédio, aumentando a segurança.

*Janelas panorâmicas são o ideal para a boa visibilidade, não devendo estar encobertas por acúmulo de mercadorias ou propagandas.

*Se a construção da loja for geminada, é importante manter a atenção sobre a segurança dela, principalmente se estiver desocupada. Muitos delitos acontecem por meio de invasões em um local desocupado.

*Se for de interesse que o estoque fique exposto em maior quantidade para fora da loja (como em aviários, por exemplo), não deve estar em pilhas altas, para não obstruir a visibilidade de dentro para fora e de fora para dentro.

*Dispositivos sonoros, que fazem barulho ou sons musicais cada vez que alguém entra na loja, são uma boa fonte de ajuda, pois limitam a chance de uma entrada furtiva por parte dos delinquentes.

Para ter mais informações e dicas, acesse a cartilha “Por um Comércio Mais Seguro” desenvolvido pela Polícia Militar clicando aqui!