Esporte aliado ao rendimento empresarial

[LoginRadius_Share]

Que as atividades esportivas fazem bem para a saúde, não é novidade. Elas auxiliam na disciplina, a enfrentar desafios, no trabalho em equipe e no equilíbrio entre o emocional e o racional. Também são consideradas um grande remédio no combate ao estresse e aliada nas estratégias bem-sucedidas das empresas.

Cada vez mais empreendedores levam à sério estas atividades e explicam como e porquê estas práticas são essenciais para o sucesso dos negócios em que atuam e na rotina do trabalho.

Jonathan Iunes Rotermel e Geovane de Moraes, sócios-proprietários da Madri Projetos, se conheceram jogando futebol e da amizade iniciada no esporte nasceu a ideia de abertura da empresa. “O esporte sempre fez parte das nossas vidas. Começamos a jogar futebol juntos, ainda quando colegas de trabalho em uma indústria portuguesa, com filial em Joinville. Ali nos conhecemos e, além do esporte, descobrimos outras afinidades profissionais. Há cinco anos, quando decidimos empreender e abrir um negócio, descobrimos também que o benefício do esporte vai além da saúde”, diz Jonathan.

O jovem empresário Jonathan destaca que é preciso ser criativo e inovar, pensar em formas diferentes para evoluir seu treino, assim como seu negócio. “No ambiente esportivo desenvolvemos ideias que dificilmente teríamos no escritório, pensando “dentro da caixa”. O esporte nos mostra e aflora vários aspectos que aplicamos no nosso dia a dia na empresa, como ter metas, planejamento, capacidade de solucionar problemas e imprevistos, liderança e assumir riscos. Ligamos muito a liderança corporativa ao futebol. Liderar é mostrar ânimo, fazer o time acreditar, envolver todos na vontade de jogar. E quando aparece uma tarefa chata, tem que ser goleiro ou jogar na zaga. Assumir riscos é pegar aquela última bola prestes a acabar o jogo e ter confiança para chutar no gol com a convicção que acertará. Assumir o risco e trocar de lado pode fazer a diferença no esporte ou no empreendedorismo.”
Geovane ressalta que além de jogar futebol e tênis, os sócios também pegam onda juntos. “Se o trabalho não está rendendo e sabemos que tem onda, porque não pegar as pranchas, entrar no carro e abrir a mente”, finaliza.

Espostes2

 

Engenheiro Francisco Hackbarth e seus irmãos na prova de corrida Joinville 10K

Engenheiro Francisco Hackbarth e seus irmãos na prova de corrida Joinville 10K

Assim como os dois jovens empresários do ramo de ferramentaria, o engenheiro Francisco Hackbarth também utiliza o esporte como combustível para o seu dia a dia.

Com uma rotina de treino bastante puxada, Francisco pratica natação duas vezes por semana, corre mais dois dias e treina basquete, ou seja, todo dia tem alguma atividade para deixar o estresse do trabalho não atrapalhar a sua vida pessoal e profissional.

Como atleta amador, faz parte da Liga Norte Catarinense de basquete e destaca que com esta rotina diária, consegue força e energia para cumprir sua agenda lotada de trabalho e projetos voluntários. “Não consigo imaginar alguém tendo sucesso no trabalho, sem ter hábitos saudáveis e incluindo exercícios físicos. A prática de esporte, sendo só por hobby ou levando um pouco mais a sério, é fundamental para se ter bons resultados”, destaca.

Leia mais: “Lisboa – Capital Europeia do Empreendedorismo”

Espostes3

 

Fabiano com seu grupo de ciclismo

Fabiano com seu grupo de ciclismo

Buscando um projeto de vida saudável, o empresário e engenheiro, Fabiano A. Vieira, começou a fazer ciclismo no ano de 2012. Desde então pedala praticamente todos os dias da semana e participa de diversos grupos da cidade.
Com o passar do tempo, percebeu que além de melhoria na qualidade de vida o esporte trouxe outros benefícios como a convivência com pessoas de diversas áreas e grandes amigos. “Este amplo relacionamento influencia em várias decisões de estratégia e comportamento dentro de minha vida profissional. Um exemplo muito interessante é que no esporte, mesmo que individual, a coletividade é fundamental para atingir objetivos e exercitamos isso a cada treino. Trazer esta coletividade para dentro da empresa resulta em maior êxito nas tomadas de decisões com sócios ou colegas de trabalho. Gosto deste exemplo, pois é esta mesma coletividade que a Ajorpeme proporciona aos seus associados”, salienta.

Acesse a Revista na íntegra aqui!

[LoginRadius_Share]