Networking: Marketing de Baixo Custo

Nosso ambiente social e empresarial é basicamente dependente de relações. Por este motivo temos diversas práticas e locais que aproximam pessoas. Algumas são mais organizadas como associações, sindicatos, agremiações e outros modelos diversos que juntam seres humanos com interesses comuns.

A tecnologia hoje disponível facilita os contatos de forma extraordinária, no entanto sabemos que ela está disponível a todos. Neste interim ela deixa de ser um diferencial, pois nos mantem num mesmo patamar, ou seja, quando algo está facilmente disponível a todas as pessoas, não existem diferenciais.

Nossa rede de relacionamento deve ir além da tecnologia. O contato presencial ainda é insubstituível. Nenhuma ferramenta substitui o olho a olho, o aperto de mão, a leitura da linguagem instintiva, a argumentação rápida e oportuna que ajudam a ampliar relações, divulgar produtos e serviços e fortalecer negócios.

Você precisa se fazer presente com o corpo, a mente e a alma e somente o contato direto promove isto.

Em geral a competitividade ameaça a nossa próspera sobrevivência. Quando isto acontece temos que ir atrás de alternativas, pensar de forma mais inteligente, fazer alianças e melhorar o nosso desempenho e consequente resultado.

Uma situação básica e prática encontrada para enfrentar as adversidades impostas pelo ambiente é buscar alianças, formar equipes, discutir ideias, unir pessoas e esforços, pois sabemos que JUNTOS SOMOS MAIS FORTES.

Ambientes competitivos exigem forças extraordinárias e precisamos agir com mais tenacidade. Einstein disse que “Loucura é fazer sempre a mesma coisa e querer um resultado diferente”. E ele estava absolutamente certo.

Já faz algum tempo que a palavra de origem anglo saxônica “networking” que indica a capacidade de estabelecer uma rede de contatos ou uma conexão com algo ou com alguém,
faz parte de nosso dia a dia.

Essa rede de contatos é um sistema de suporte, onde existe a partilha de conhecimento e informações entre indivíduos ou grupos com interesses comuns. .

Ela é altamente conhecida de todos, mas infelizmente poucas pessoas percebem com absoluta clareza a sua real importância.

Precisamos ser conscientes em relação a necessidade de adotarmos novos comportamentos. Nossos negócios precisam disto e nossas carreiras também.

Ampliar a nossa capacidade de networking representa um diferencial, pois parte da sociedade continuará a não ter tempo para participar de uma associação como a nossa, onde um dos grandes objetivos é promover o encontro positivo de pessoas e ideias.

Ações que tenham como objetivo, incentivar a participação em atividades que possibilitem contatos diretos, não deveriam de forma alguma ser necessárias. Naturalmente deveríamos ter a percepção de que o networking deve ser visto como algo extremamente estratégico e sistemático. A busca ocasional e oportuna deixa você em desvantagem.

Seja absolutamente providencial na busca e na manutenção de um amplo networking, o marketing com o custo mais baixo que conhecemos.

Pedro Luiz Pereira
Sócio-Fundador da EURHO Consulting