Privacidade digital: como se proteger?

A cena é familiar para todos. Você pesquisa um determinado produto e, ao entrar em uma rede social ou e-mail, percebe um anúncio da empresa. O cruzamento de informações entre sites é evidente, seja do histórico de pesquisas ou de dados pessoais que preenchemos em nossos perfis pessoais. Você sabe qual é a extensão desse monitoramento digital? Como essas informações são captadas e como se proteger?

Em um documento enviado ao Senado americano, o Facebook revelou algumas práticas que a empresa utiliza para monitorar os 2,13 bilhões de usuários. Uma das ações que mais chamam atenção é o mouse tracking. Isso significa que, quando os usuários acessam a rede social pelo computador, a empresa rastreia os movimentos do cursor do mouse.

Os dados coletados com essa prática são relevantes porque o lugar onde o cursor para, muitas vezes coincide com nosso ponto de atenção na tela. Esse tipo de informação pode ser utilizada para empresas decidirem os locais em que os anúncios serão exibidos.

No mesmo relatório, a rede liderada por Mark Zuckerberg contou que reúne informações sobre o sistema operacional, as versões de hardware e software, o nível de bateria, a capacidade de armazenamento disponível, qual navegador é utilizado e quais são os aplicativos instalados. Também são expostos o nome da operadora de telefonia celular e o provedor de Internet, localização por GPS, a câmera e a galeria de fotos.

Como se proteger?

Embora não exista uma solução 100% segura, você pode se precaver e tomar algumas atitudes para proteger os seus dados. Confira algumas dicas:

Monitore suas contas
Para não precisar acessar suas contas bancárias diariamente, programe-se para receber alertas toda vez que uma transação for realizada.

Habilite a autenticação em dois passos
Com essa medida de segurança, só é possível acessar sua conta por meio de um código enviado para o celular cadastrado. Twitter, Facebook e Gmail já utilizam este recurso.

Faça logout 
Seja em computadores particulares ou públicos, lembre-se sempre de sair do seu e-mail ou redes sociais. A opção “Permanecer conectado” pode ser mais prática, porém, permite que qualquer pessoas com acesso à máquina tenha acesso ao que é particular.

Cuidado com o cartão de crédito
Utilize os seus cartões apenas em sites em que você confia. As informações fornecidas são utilizadas pelas administradoras para aprender mais sobre você e seus hábitos de consumo.

Limpe seu histórico
O histórico de navegação do seu computador revela muito sobre você. Por isso, é importante limpar e apagar todas as informações de navegação que são salvas automaticamente.